As crianças sofrem com a violência

Viver num contexto de violência doméstica afeta as crianças. Ficam perturbadas com as explosões de violência imprevisíveis e inexplicáveis. O peso deste "segredo de família" expressa-se através de tristeza, de sofrimento emocional, de ansiedade e de um sentimento de insegurança.

É frequente sentirem culpa em relação à violência e responsabilidade pela melhoria da situação.

Por consequência, podem vir a manifestar diferentes problemas como enurese (xixi na cama), perturbações do sono e alimentares, dores de barriga, de cabeça, agressividade, fecharem-se sobre si próprias ou dificuldades de aprendizagem.

Os bebés são especialmente vulneráveis, porque as agressões físicas contra a mãe na gravidez também os podem afetar.

Por fim, quando as crianças vivem numa família onde imperam as agressões, há o risco de banalizarem a violência. A situação leva-as a pensar que a violência é um comportamento aceitável.

Falar com uma pessoa próxima (familiar, amigo/a) ou com um/a profissional ajuda a evitar estas situações.

Não fique sozinho/a.